Publicidade

quinta-feira, 24 de junho de 2010 Vídeo | 12:50

O saca-rolhas sumiu! Como abrir sua garrafa de vinho

Compartilhe: Twitter

As águas vão rolar,
garrafa cheia eu não quero ver sobrar,
eu passo a mão na saca, saca, saca-rolha

Imagine o seguinte cenário: um jantar à luz de velas com sua amada (ou seu amado). O risoto ficou no ponto, o carré de cordeiro está macio, o molho tem consistência e sabor. Talheres de prata, louça impecável e taças alinhadas, mas ainda vazias. Você seleciona o vinho tinto da melhor safra de sua adega climatizada. O rótulo escolhido harmoniza perfeitamente com o prato: encorpado, com taninos firmes, de longa persistência na boca e aromas de frutas maduras e madeira bem integrada. A expectativa se forma em torno da garrafa. Chegou o momento de desarrolhá-la. Faltou o saca-rolhas. Você vai buscá-lo.

O saca-rolhas não está no lugar de sempre!  Caminha até a cozinha e revira as gavetas. Nada. Sai em disparada até o buffet da sala e abre todas as portas. Nem sinal. Princípio de pânico.  Sua (seu) convidada(o) percebe que algo saiu do planejado, acompanha a movimentação com os olhos e sorri compreensiva diante de uma comida que começa a esfriar. O copo permanece vazio. Deus do céu, o saca-rolhas sumiu! O que você faz?

Seus problemas se acabaram-se!

Cioso das rasteiras que a vida nos dá e atento aos pequenos detalhes que podem transformar um evento em uma tragédia pessoal, o Blog do Vinho propõe as alternativas mostradas nos vídeos abaixo, conhecidos de quem navega pelo Youtube. Tratam-se de algumas soluções para liberar o precioso fermentado da garrafa nos momentos em que o saca-rolhas se desmaterializa. Aprenda, então, alguns métodos para abrir seu vinho sem a ferramenta apropriada: o saca-rolhas. E sem quebrar o gargalo, claro!

Método assaltando a caixa de ferramentas do papai

Método um pano e uma árvore

Método só no sapatinho

Rolhas antigas, todo cuidado é pouco

Já que o tema são as rolhas – e como retirá-las -, outro perigo que ameaça o prazer dos enófilos é o vinho de guarda, que muitas vezes apresenta uma cortiça de textura fragilizada, com risco de esfarelar, quebrar ou teimar em não se mover do gargalo. Aqui é necessário aliar a destreza com uma ferramenta apropriada: um saca-rolhas de lâminas paralelas. Na sequência abaixo, já exibida neste Blog (Leia o post Bons Vinhos, baixa gastronomia e grandes amigos), um confrade retira com maestria a rolha de um rioja da safra de 1986.

Passo a passo com um saca-rolhas tradicional

Ok, você tem o equipamento adequado! O vídeo abaixo mostra os cuidados para abrir da maneira correta sua garrafa de vinho.

Leia também:

Cortiça, sintética, vidro, alumínio. Várias maneiras de tampar um vinho

Autor: Tags: ,

9 comentários | Comentar

  1. -11 Waldir 22/01/2014 16:44

    Como gosto muito de vinho, uma sobrinha da minha mulher me deu, como presente de aniversário, um sacar-rolha super maneiro. É elétrico, com bateria recarregável. Basta encaixar na boca da garrafa, apertar um botão e a rolha sai sem qualquer esforço. Depois aperta-se outro botão e a rolha se solta. Parece mágica. Não sei se vocês conhecem. Foi um dos melhores presentes de aniversário que já recebi até hoje.
    Detalhe: como tem que estar sempre em uma base ligada à tomada, para recarregar, não há como perdê-lo.

    Responder
  2. -12 Anderson 28/12/2013 0:58

    Usei o do primeiro vídeo, com parafuso de rosca e o martelo, perfeito kkkkk!

    Responder
  3. -13 Bitetti 01/09/2013 17:41

    Kra vlws mesmo. Tu salvaste a seção de RPG aki em casa.
    A única diferença é q usei um formão. + olha, salvou vidas.
    vlwss

    Responder
  4. -14 fenio 17/08/2013 22:41

    tem que ser galo velho.
    Uma vez queria beber um vinho escondido nao tinha pra abrir
    peguei um graveto que achei na rua e apertei a rolha pra dentro da garrafa até ela afundar.

    deu certo. Só tive que fazer um pouco de força, mas a do parafuso é show de bola. Hoje mais tarde vou tomar um vinhozinho e essa tecnica é uma beleza.

    Abraços

    Responder
  5. -15 Hewerto 12/07/2013 19:39

    Eu comprei um vinho branco pra temperar um frango, mas quando cheguei em casa lembrei que não tenho saca rolha (porque não bebo vinho), então primeiramente tentei abrir com um faca (escavar a rolha), mas vi que não ir dar certo, então fui procurar na net uma maneira de abrir sem saca rolha facilmente, entrei nesse site e pimba…Essa do parafuso é excelente, abri em 1 minuto a garrafa. Muito obrigado a pessoa que deixou essa dica aí, me ajudou muito!

    Responder
  6. -16 vaah 06/01/2013 21:29

    A do parafuso deu certinho!!!

    Responder
  7. -17 Garcia 19/10/2011 14:42

    Em defesa das rolhas de cortiça. Preserve essa ideia.
    No natal de 2009, durante uma de suas degustações, Alessandro Garcia, Sidney Garcia e Claudio Frazão (Respectivamente), incentivados pelos presentes, tiveram a ideia de criar uma instituição para defender, cuidar e discutir os assuntos relacionados as rolhas de cortiça, em especial as tradicionais rolhas de cortiça cuja fabricação tem sido ameaçada, pela crescente substituição por rolhas de plástico, em decorrência do intitulado desenvolvimento sustentável com a preservação da natureza. Mas como aceitar essa substituição com sensível prejuízo ao sabor do vinho e suas tradições? Então, por que não reciclar as rolhas de cortiça. Seria esse o caminho? Então se instituiu a ONG DA ROLHA – Ano I.

    Att.
    Alessandro Garcia
    http://www.ongdarolha.webnode.com.pt/

    Responder
  8. -18 William 06/08/2011 17:46

    O método “assalte a caixinha de ferramnetas do seu pai” funcionou perfeitamente bem. Recomendo.

    Responder
  9. -19 luan farias 06/07/2011 23:12

    valew pelas dicas

    agora só preciso saber como tirar mancha dovinho DA TOALHA DA COZINHA, DO MEU TENIS E DOU MEU CASACO, C ARALHOOO
    FUUUUUUUUUUU

    Responder
  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. Última
  6. ver todos os comentários
 

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

* Campos obrigatórios


 

Responder comentário


* Campos obrigatórios